Dia movimentado na Mostra Possíveis Sexualidades

dulce-2.jpg

Hoje, as atividades da 1ª Mostra Possíveis Sexualidades se iniciam com a mesa de discussão Por que cinema gay? – Alternativas além do rótulo, que ocorre no Instituto Cervantes, às 16 horas. Além do aclamado diretor espanhol Miguel Albaladejo, estarão presentes no debate o professor da UFRJ Denilson Lopes e o curador e co-idealizador da Mostra Rodrigo Barreto.

Autor de O homem que amava rapazes e outros ensaios, Denílson Lopes, que também é presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual, lançará o livro A Delicadeza: Estética, Experiência e Paisagens, às 17h30, no mesmo local.

Diferente, filme do diretor espanhol Luis Maria Delgado, será exibido na Sala de Arte da UFBA (Canela), às 18h30. A obra é um marco. Lançada em 1961, faz alusões veladas à homossexualidade em plena ditadura de Franco.

E por fim, mas não menos importante, a Mostra inaugura a exibição de Onde andará Dulce Veiga? em Salvador. O filme do paulista Guilherme de Almeida Prado é baseado no romance de Caio Fernando Abreu e será exibido às 20h30, na Sala de Arte do Museu Geológico da Bahia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s